Inscrições

Olá, estamos reformulando o sistema de inscrições, que logo retornará para melhor atendê-lo, por hora as inscrições devem ser feitas pela própria federação organizadora.
Aniversariantes do mês

01/07
Vitor Souza Targino de Carvalho - PB
01/07
Manoelzita Oliveira - BA
02/07
Moises Filipe Rodrigues Lima Alves Chaves - PB
02/07
Ivo Roza Filho - CE
03/07
Helena Ribeiro - PE
08/07
Helder Falcão Rebelo - AL
08/07
Andre Giovanini - MG
17/07
Vailton Jaci Cordeiro - PR
31/07
Marcelo Barreto de Araújo Sarmento - BA
 

Imagem 1
Imagem 2
Imagem 3
Imagem 4


Notícias

Hipismo brasileiro contabiliza três medalhas nos Jogos Pan-Americanos
29/07/2015 - Cbh

A equipe brasileira de Hipismo conquistou três medalhas nos Jogos Pan-Americanos de 2015, em Toronto, no Canadá, entre as disputas por equipe e individual. O time de Adestramento ficou com a medalha de bronze, enquanto o de Concurso Completo garantiu a prata e no individual o bronze com o cavaleiro Ruy Fonseca.

As competições de Hipismo começaram com o Adestramento, na primeira semana, 11/7, seguida pela disputa do CCE, dia 17/7, finalizando com o Salto, que acabou neste sábado, 25/7. "O saldo final foi positivo e estamos satisfeitos com os resultados em todas as modalidades. No Adestramento mostramos que estamos nos tornando uma potência nas Américas. No CCE avançamos muito e conquistamos uma medalha histórica, e o resultado do Salto foi dentro do planejado na nossa estratégia para o Pan", contou Luiz Roberto Giugni, presidente da Confederação Brasileira de Hipismo.

Na disputa do Salto, o Brasil ficou com o quarto lugar por equipes. O time formado por Pedro Veniss / Quabri de L`Isle, Marlon Zanotelli / Rock'n Roll Semilly, Felipe Amaral / Premiere Carthoes BZ e Eduardo Menezes / Quintol somou 14 pontos, apenas dois atrás da equipe dos Estados Unidos, medalha de bronze. A prata ficou com a Argentina, com o 8 pontos perdidos, e o ouro com o Canadá, com 7 pontos.

Os quatro cavaleiros do Time Brasil se classificaram para a final individual entre os 35 melhores, mas pelo regulamento cada país só pôde contar com até três representantes. Pedro foi o melhor brasileiro na final com uma falta na primeira volta e um percurso limpo na segunda passagem, resultado que o garantiu no desempate pela medalha de bronze. Mas com uma falta, o paulista terminou a competição em quinto lugar. Eduardo e Felipe também foram para a segunda volta da final e encerraram a participação nos Jogos Pan-Americanos em 9º, com 8 pontos, e 11º lugar, com 12 pontos, respectivamente.

"Não tínhamos a obrigação de conquistar a vaga para os Jogos Olímpicos, como o Canadá e a Argentina, que vieram com tudo, e mesmo que não fôssemos país sede, com o nosso resultado no Mundial ano passado estaríamos garantidos. Então montamos uma equipe com cavaleiros jovens para testar novos conjuntos e todos corresponderam completamente a nossa expectativa. Mostraram que podem estar no grupo de elite e isso nos dá mais opções para formar um time forte para os Jogos Rio 2016", destaca Giugni.

No CCE, o Brasil mostrou muita evolução técnica. Ficou com a medalha de prata na disputa por equipe com os conjuntos formados por Carlos Parro/ Calcourt Landline, Henrique Pinheiro / LandQuenote, Márcio Carvalho Jorge / Lissy Mac Mayer. Ruy Fonseca / Tom Bombadill, acompanhados do técnico neozelandês bicampeão olímpico, Mark Todd. O Brasil fechou com 140.70. O ouro ficou com a equipe dos Estados Unidos com 133.00 e o Canadá em terceiro com 163.00. No individual, depois de 20 anos, o Brasil conquistou uma medalha nesta modalidade. Assim como em 1995, com André Giovanini, Ruy ficou com o bronze, somando 42.90 pontos. Após liderar a competição durante as primeiras provas, cometeu uma falta no último obstáculo, perdendo então a medalha de ouro para a americana Marilyn Little, que montou RF Scandalous, e fechou a competição com 40.30. A prata ficou com o Canadá, com a amazonas Jessica Phoenix, que fez 42.10. Carlosarantiu a sexta colocação (45.60), Marcio ficou em 9º (52.20), e Henrique em 11º (55.40).

"O resultado do CCE neste Pan foi muito bom. Ficamos muito perto dos Estados Unidos na disputa por equipe, o que é um bom avanço para o Brasil. A diferença de pontos foi muito pouca. Isso mostra que estamos no caminho certo. Além do bronze na disputa individual depois de 20 anos, o que mostra também que evoluímos muito nos últimos anos" comentou Luiz Roberto.

No Adestramento, a equipe formada por João Victor Marcari Oliva / Xamã dos Pinhais, Sarah Waddell / Quixote Donelly, João Paulo dos Santos / Veleiro do TOP, Leandro Aparecido da Silva / Di Caprio, acompanhada da técnica belga Marriete Withages, faturou o bronze na competição por equipes, com a pontuação geral de 414.895%. Completando o pódio, os Estados Unidos ficaram com o ouro, com 460.506%, e o Canadá com a prata, somando 454.938% na pontuação. Na disputa individual, os brasileiros não subiram ao pódio. O melhor colocado foi o conjunto Leandro / Di Caprio (73.300%), em 6º lugar, seguido por João Victor / Xamã dos Pinhais (73.275%), em sétimo. João / Veleiro do Top (72.950%), ficou em 9º. Sarah Waddell / Quixote Donelly (132.816%) ficou na 25ª posição.


Comente | Comentários desta Notícia (0)


Pedro Veniss fecha o Pan Toronto 2015 em 5º lugar, repetindo seu resultado individual do Pan Rio 2007
27/07/2015 - Cbh

Na edição 2015 dos Jogos Pan-americanos, o Time Brasil de Salto ficou sem medalhas, mas com boa atuação e três conjuntos estreantes. A equipe formada por Pedro Veniss com Quabri de Isle, Eduardo Menezes com Quintol, Felipe Amaral com Premiere Carthoes BZ e Marlon Zanotelli com Rock’n Roll Semilly ficou em quarto lugar em 23/7. Na tarde deste sábado, 25/7, penúltimo dia de Pan, os três primeiros voltaram à pista do Caledon Equestrian Park nas imediações de Toronto para a disputa do individual geral.

Ao final melhor colocação foi de Pedro Veniss, 32, montando Quabri de Lisle, que ficou em 5º lugar depois de disputar o bronze com outros quatro conjuntos que fecharam os dois percursos iniciais com apenas uma falta. Entre quatro conjuntos do Time Brasil de Salto, somente Pedro já tinha experiência em Jogos Pan-americanos com a medalha de ouro por equipes e a 5ª colocação individual no Pan Rio 2007.

Eduardo Menezes, 35, e Quintol ficaram em 9º lugar, e Felipe Amaral, 24, e Premiere Carthoes BZ, em 11º, respectivamente, com 8 e 12 pontos perdidos na soma dos dois percursos. Sagrou-se campeão o experiente norte-americano Mclain Ward com Rotchild após desempate com com o venezuelano Andres Rodriguez montando Darlon Van Groenhove. Enquanto o bronze foi novamente para os EUA Lauren Hough montando Ohlala.



“Tivemos uma grande chance de vitória, eu e Pedro. O meu cavalo Quintol perdeu a ferradura na primeira volta e se desconcentrou. Fica uma decepção. A gente chegou aqui com muita vontade de ganhar medalha, não só experiência”, lamentou-se Eduardo Menezes, estreante na competição. Para ele, o que fica de bom é a certeza de ter feito a escolha certa há quatro anos, quando viajou para a Alemanha para testar um cavalo e saiu de lá dono dele. Quintol tinha 6 anos e era, para os padrões do hipismo, um cavalo barato. Apesar dos 8 pontos perdidos nessa final, quatro em cada volta, Eduardo e Quintol haviam terminado as três rodadas classificatórias em primeiro lugar, com três circuitos zerados. O que mostra a força do conjunto, que continuará treinando duro pensando em uma vaga em 2016.

“Foi uma coisa de sentimento. Provei o Quintol e na mesma hora liguei pro meu sócio: ‘Acho que acabei de conhecer o cavalo que vou levar para os Jogos Olímpicos do Rio’. Se os antigos donos tivessem sentido a mesma coisa, eu não teria tido recursos para comprá-lo. Hoje ele tem 10 anos, foram quatro anos de trabalho. A beleza do nosso esporte é essa, é você encontrar o botão mágico de cada cavalo, ver qual corre bem com você e prepará-lo. E ele tem sido a prova de que nem sempre são necessários milhões para se encontrar um grande cavalo”, comentou Eduardo.


Histórico do Time Brasil de Salto em Jogos Panamericanos

Os Jogos Panamericanos foram instituídos em 1951 e a primeira edição realizada em Buenos Aires, Argentina. O hipismo brasileiro fez sua estréia na 3ª edição da competição, em 1963, quando da primeira edição do Pan no Brasil, onde o palco foi a cidade de São Paulo (SP).

1963 - São Paulo – Brasil
Com uma 7ª colocação, a Equipe foi formada por Antonio Alegria Simões montando Rei Negro, Raul Lara Campos/Candonga, Cel. Renyldo Ferreira/Sultão e o Cap.Francisco Rabelo/Castigo. O melhor resultado individual foi o 5º lugar do Cel.Renyldo Ferreira e o 7º de Antonio Alegria Simões.

1967 – Winnipeg – Canadá
O Brasil foi medalha de ouro por Equipe e Prata Individual com Nelson Pessoa vilho montando GranGeste. O time dourado foi formado, ainda, por Antonio Alegria Simões/Samurai, José Roberto Reynoso Fernandez/Cantal e o Cel. Renyldo Ferreira/ Shanon Shamrock. Antonio Simões também faturou o 4º lugar no individual.

1975 – Cidade do México - México
A equipe ficou em 4º lugar e foi formada por Antonio Alegria Simões/Abeville, José Roberto Reynoso Fernandez, o Alfinete, montando Original, Roberto Joppert/Swan, Ricardo Gonçalves Filho/Kony. O melhor resultado individual foi o 4º lugar de Alfinete.

1979 – San Juan - Porto Rico
A equipe foi formada por Antonio Alegria Simões/Estio, Elisabeth Assaf /Parabellum, Jorge Carneiro/Ponteio, Ricardo Gonçalves Filho/Black Imp. Na disputa individual os dois melhores resultados foram de Beth Assaf, 9ª, e Ricardo, 14º.

1983 – Caracas – Venezuela
Classificada em 6º lugar, a equipe brasileira foi formada por Jorge Carneiro/Aramis, Caio Sergio Carvalho/MC El Virtuoso, Luiz Felipe Azevedo/MC Tambo Nuevo, Vitor Alves Teixeira/Natural. Na disputa individual a melhor colocação foi de Cáio Sérgio, 8º, e Vitor Teixeira, 9º.

1991 – Havana – Cuba
Brasil conquista sua segunda medalha de ouro por Equipe com o time formado por André Johannpeter/Mississipi, Luiz Felipe Azevedo/Sivestre, Marcello Artiaga de Castro/So Suitor, Vitor Alves Teixeira/Zurkis. Na reserva estava Vinicius da Motta. No individual, Vitor Teixeira faturou a medalha de bronze.

1995 - Mar del Plata - Argentina
O Brasil leva sua terceira medalha de ouro por equipe com André Johannpeter/Calei, Nelson Pessoa Filho/Special Envoy, Rodrigo Pessoa/Tom Boy e Vitor Alves Teixeira/Attack Z. O melhor resultado no individual foi o 4º lugar de André Johannpeter.

1999 – Winnipeg - Canadá
O quarto ouro do Brasil por equipe foi conquistado na performance do time formado por Álvaro (Doda) Afonso de Miranda Neto/Arisco Aspen, André Johannpeter/Calei Joter, Bernardo Alves/Atlética Joter, Vitor Alves Teixeira/Jolly Boy. Na reserva estava Rodrigo Sarmento. Vitor Alves Teixeira conquista sua segunda medalha de bronze individual.

2003 - Santo Domingo - República Dominicana
O Brasil conquista o bronze por equipe no time formado por Álvaro (Doda) Afonso de Miranda Neto/Oliver Método, Karina Johannpeter/Faust de Roan, César Almeida/Salamandra Chapman Rouge, Bernardo Alves/Fort de Neuville Joter, além do reserva Pedro Paulo Lacerda. Na disputa individual, Bernardo Alves foi 8º, Doda Miranda, 12º, César Almeida, 20º, e Karina Johannpeter, 23ª.

2007 – Rio de Janeiro – Brasil
Em casa, o Brasil conquista sua quinta medalha de ouro por equipe em conquista memorável. O time foi formado por Rodrigo Pessoa/Rufus, Bernardo Alves/Chupa Chup 2, Pedro Veniss/Une Blanc des Blancs e César Almeida/Singular Joter II. Em final emocionante, o paulista César Almeida que não tinha ido bem no primeiro dia de competição zera os dois percursos e garante o ouro para o Brasil. Na disputa individual Rodrigo Pessoa conquista a medalha de Prata.

2011 - Guadalajara - México
Pela sexta vez consecutiva nos Jogos o time brasileiro subiu ao pódio, desta vez para receber a medalha de prata com Rodrigo Pessoa/HH Ashley, Alvaro Affonso de Miranda Neto/AD Norson, Karina Johannpeter/Dragonfly de Joter e Bernardo Resende Alves/Bridgit. Bernardo, em uma atuação impecável, levou o bronze, sua primeira medalha individual nos Jogos. A égua de Rodrigo sofreu uma lesão que deixou o conjunto fora da final individual.

2014 - Toronto - Canadá
A equipe formada por Pedro Veniss / Quabri d`Isle, Marlon Zanotelli / Rock´n Roll Semilly, Eduardo Menezes / Quintol e Felipe Amaral / Carthoes BZ ficou de fora do pódio fechando em 4º lugar.Os quatro brasileiros ficaram entre os Top 35 e, conforme a regra, três de cada país - incluindo os brasileiros Eduardo, Pedro e Felipe - foram para a Final Individual. Pedro terminou em 5º lugar, mesma classificação individual que no Pan Rio 2007, Eduardo em 9º e Felipe, em 11º.


Comente | Comentários desta Notícia (0)


Paulo Miranda confirma liderança e sagra-se campeão brasileiro Pré-Junior 2015
13/07/2015 - Cbh

Sem dúvida, o pernambucano Paulo Miranda fez jus ao seu talento e amplo currículo nas categorias de base. Montando Charleston, Paulo, de 15 anos, fechou o Campeonato Brasileiro da categoria Pré-junior (14 a 16 anos - 1.35 metro) com o título de campeão nesse domingo, 12/7, na Sociedade Hípica Brasileira no Rio de Janeiro.

Paulo e Charleston - que haviam vencido a primeira parcial fecharam as três provas sem um único ponto perdido - garantiram o título brasileiro em sua estreia na categoria Pré-junior. Entre outras conquistas, Paulo é campeão brasileiro mini mirim 2010 , bicampeão do ranking brasileiro pré-mirim 2011/2012, campeão americano mirim por equipes em 2013 e medalha de prata na Copa das Nações da Juventude 2014 em Wellington, vice-campeão individual e campeão americano Mirim 2014.

O vice-campeonato foi da top de Santa Catarina Gabriele Fontoura Berger que montando Quite Capitano fechou com apenas 1,74 pontos perdidos, trazidos da primeira prova. Também sem faltas nos obstáculos a sempre competitiva paulista Giovanna Lara de Freitas com Evina garantiu o bronze com 3,22 pp.

O campeão Paulo ainda ocupou o 4º posto, desta feita, com Sydney Método, totalizando 8,10 pp. Logo atrás com 8,67 pp vem o paulista João Victor de Paula França montando Warthagena, 5º lugar. Completou o pódio na 6ª colocação Felipe Piza de Toledo de Lorenzo montando Belt Attil, representando a Paraíba, 9,29 pp.

O Brasileiro Pré-junior, a exemplo do Brasileiro das categorias Mirim, Junior e Young Riders vale como última seletiva e observatória para o Americano e Sul Americano da Juventude 2015, de 6 a 8/11, no Haras El Capricho, em Capilla del Señor, na Argentina. A ida dos Times Brasil para a competição deve sofrer uma significativa redução de custos.

Final Brasileiro Pré-junior

Campeão Paulo Miranda / Charleston – FEP – 0 pp
Vice Gabriele Fontoura Berger / Quite Capitano – FCH – 1,74 pp
3º Giovanna Lara de Freitas / Evina – FPH – 3,22 pp
4º Paulo Miranda / Sydney Método – FEP – 8,10 pp
5º João Victor de Paula França / Warthagena – FPH – 8,67 pp
6º Felipe Piza de Toledo de Lorenzo / Belt Attil – FEPA – 9,29 pp


Comente | Comentários desta Notícia (0)


Equipe de São Paulo para o Campeonato Brasileiro Mirim, Pré Mirim e Mini Mirim
03/07/2015 - Fph

Campeonato Brasileiro Mini Mirim, Mirim e Pré Mirim
01 a 05 de julho de 2014

Clube Hípico de Santo Amaro – São Paulo

Lista dos atletas convocados para integrarem as equipes representando o Estado de São Paulo no Campeonato Brasileiro nas categorias Mirim, Mini Mirim e Pré-Mirim, conforme Comunicado de 17/06/2015.

Categoria Mini Mirim – 1,00m

Maithê Carolina Gabriel de Lima Marino / Giorgio do Jacaré - Centro Hípico Granja Viana
Vinicius Mita Xavier / Tobias AZR - Centro Hípico Nashville
Felipe Mello Siqueira Ferreira / Caumbe Imp - Centro Hípico Terras de São José
Lara Malucelli Egoroff / Kaliupy - Centro Hípico Terras de São José
Reserva - Daneli Miron / Nativa da Lagoa - Clube Hípico de Santo Amaro

Categoria Pré Mirim

Carolina Souza Chade / Corbella JMen - Sociedade Hípica Paulista
Kate de Wind / Winner - Sociedade Hípica Paulista
João Victor Martins Fontes Custódio / Afrodite Método - Sociedade Hípica de Ribeirão Preto
Mariana Xavier Scomparin / QH Rasing Star - Sociedade Hípica de Ribeirão Preto
Reserva - Otaviano Vilaça / Qaldino Infant - Centro Hípico Aldeia da Serra

Categoria Mirim

Felipe Martinez Menezes / Palm Doanjo - Centro Hípico Granja Viana
Lys Katherine Park Kang / Capuava JMen - Centro Hípico Granja Viana
Thales Gabriel de Lima Marino / Coudeur JMen - Centro Hípico Granja Viana
Carlos Eduardo Zaniboni de Assumpção / Rima TW - Centro Hípico Granja Viana
Reserva - Luca Polonio / HRC Dream Makker Império Egípcio - Centro Hípico de Excelência Serra Azul

Chefe de Equipe
Thiago Couceiro Ferreira de Camargo


Comente | Comentários desta Notícia (0)


Prêmio Hipismo Brasil acontece em 27 de maio: veja quem são os campeões nas 8 modalidades
19/05/2015 - Fonte: CBH

A Confederação Brasileira de Hipismo realiza no dia 27 de maio (quarta-feira), mais uma edição do tradicional Prêmio Hipismo Brasil. A cerimônia acontecerá no WTC Events Center, às 20h, em São Paulo, e premia os cavaleiros e amazonas campeões do Ranking 2014 nas modalidades equestres reconhecidas pela instituição: Adestramento, Paraequestre, Atrelagem, Concurso Completo de Equitação (CCE), Enduro, Rédeas, Salto e Volteio.

Durante a premiação será feita uma retrospectiva com os principais acontecimentos do Hipismo Brasileiro no ano de 2014, novidades sobre o futuro do esporte no Brasil, além de homenagens a personalidades que contribuem para o desenvolvimento do hipismo nacional.

"O Prêmio Hipismo Brasil é a celebração do nosso esporte. Temos o prazer de receber grandes nomes. É uma forma de homenagear as pessoas que trabalham todos os anos no crescimento da modalidade, principalmente com a proximidade do Pan e Olimpíadas", explica Luiz Roberto Giugni, presidente da Confederação Brasileira de Hipismo.

Entre os principais premiados da noite estarão Francisco José Musa, vencedor do Campeonato Brasileiro Hyundai de Sênior Top 2014, Marcio Carvalho Jorge, destaque no Concurso Completo de Equitação (CCE), João Victor Marcari Oliva, um dos principais nomes do adestramento da atualidade, entre jovens e promessas do esporte.

Veja quem são os melhores do ano nas 8 modalidades. Pedimos que os campeões que cornfirmem a presença através do e-mail valdir@cbh.org.br

Salto

Mini mirim - Mel Tiburcio Castelar - FEP
Pré-mirim - João Victor Martins Fontes Custódio - FPH
Mirim - Marcelo Gozzi - FPH
Pré-junior - Isabela Piovesan Dall Oglio - FPH
Junior - Rafael Rodrigues Moderno - FPH
Young Riders - Kitaro Baldaia Bemfica - FPH
Senior - Francisco José Mesquita Musa -FPH
Amador B - Rodrigo Ostanello - FPH
Amador A - Camila Ferreira - FEP
Amador - Juarez Andrade - FPH
Amador Top - Richard Lyon Thorp Bilton - FPH
Master B - Antonio Manoel Lopes Sanches - FPH
Master A - Plínio Soares Junior - FPH
Master - Maria Isabel Monteiro da Silva Scheer - FCH
Master Top - Fernando Augusto Sperb - FPrH
Jovem Cavaleiro B - Gabriel Batista Braz - FEEP
Jovem Cavaleiro A - Marina Tricoly - FPH
Jovem Cavaleiro - Vitoria Ghizoni Junckes - FCH
Jovem Cavaleiro Top - Alexandre Monteiro Barbosa - FPH

Concurso Completo de Equitação

Novatos Camila Mamprin Losano - FPH
Nível 70 Norma Marque Pereira - FPH
Mini Mirim Luccas Salina - FPH
Nível 90 Luna Gianechini Senra - FPH
Mirim Nayara Barbaneira - FPH
Master Antônio Simão Stefano Junior - FPH
Nível 1 Otávio César Tomé de Castro - FPH
Sênior 1* Jesper Martendal - FPH
Junior Rafael Mamprin Losano - FPH
Senior 2* Marcio Carvalho Jorge - FPH
Young Rider Luiz Felipe Silveira -FPH

Adestramento

Cavalos Novos 4 anos - Ponteiro do Rincão - CDE
Cavalos Novos 5 anos - Eufrates HPS - FPH
Cavalos Novos 6 anos - Dublin do Aretê - FPH
Elementar - Amador - Ten. Francisco Gomes de Castro - CDE
Elementar - Profissional - Mauro Pereira da Silva Junior - FPH
Preliminiar - Mirim - Antonia Diniz Kuhl - FGEE
Preliminar - Mirim - Julia Daiello - FGEE
Preliminar - Amador - João Carlos Peixoto de Lima - FEERJ
Preliminar - Profissional - Cristiano Augusto Pereira - FPH
Média I - Amador - Alejandra Fernandez - FEERJ
Média I - Profissional - Pia Aragão - FPH
Média II - Júnior - Igor Chen Wu - FPH
Média II - Amador - Cel. Sergio Lobo Rodrigues - CDE
Média II - Profissional - Micheline Ivete Schulze - FPH
Forte I - Jovem Cavaleiro - Victor Trielli Ávila - FPH
Forte I - Amador - Major Luciano Monteiro Serrão - CDE
Forte I - Profissional - Pia Aragão - FPH
Forte II - Senior - Rogerio Clementino - FPH
Especial - Senior Top - João Victor Marcari Oliva - FPH

Adestramento Paraequestre

Grau Ia - Vera Lúcia Martins Mazzilli - FHBr
Grau Ib - Marcos Fernandes Alves - FHBr
Grau II - Flamarion Pereira da Silva - FHBr
Grau III - Alex Fabiano de Oliveira - FPH
Grau IV - Donizete Bicudo - FPH

Atrelagem

Categoria Iniciante Singular - Meire Almeida - FPH
Categoria Amador Singular - Caio Monte Claudio - FPH
Categoria Profissional Singular - Martina Irene Brandes - FPH
Categoria Profissional Parelhas - Ana Carolina Borja de Almeida - FPH
Categoria Profissional Quadras - Antônio Mariano de Souza - FPH
Categoria Mirim Singular - João Pedro Borja de Almeida - FPH
Categoria Mirim Parelhas - Júlia Alvarenga - FPH

Enduro

Ranking Especial - Rodrigo Moreira Barreto - FHBr
3* Velocidade Livre - Rodrigo Moreira Barreto - FHBr
2* Adulto - Velocidade Livre - André Vidiz - FPH
2* Young Rider - Velocidade Livre - José Caio Frisoni Vaz Guimarães - FPH
1* Adulto Velocidade Livre - Felizardo Costa Brandao - FPH
1* YR Velocidade Livre - Laura Cavalcanti Fernandes Ferreira - FHBr
Curta Distancia Adulto - Velocidade Livre - Valeria Labate Vasconcellos - FPH
Curta Distancia Young Rider - Velocidade Livre - Luciana Rehder Toledo - FPH
Mirim Livre Velocidade Livre - Carolina Moretto Ferreira - FHBr
Graduado - Velocidade Controlada - Carlos Eduardo Gomes Coelho - FHBr
Graduado Jovem - Velocidade Controlada Elisa S. Penna Chaves - FPH
Aberta - Velocidade Controlada Antonino Jerônymo de Oliveira Piazzi - FPH
Aberta Jovem Velocidade Controlada - Luciana Sousa Firpe Paraiso - FHBr
Mirim Velocidade Controlada - Laiz Piazzi - FHBr
Avançado Velocidade Controlada - Felizardo Costa Brandão - FPH

Rédeas

Melhor cavaleiro Categoria Aberta - Marcelo Almeida
Melhor cavaleiro Categoria Amador - Fernando Cervelati Botteon
Melhor cavaleiro Aberto Principiante - Marco António Pereira da Silva
Melhor cavaleiro Amador Principiante - Rodrigo Rizzo Vasques Filho

Volteio

Individual A - Thaís Tavares Paes - FPH
Individual CI - Olivia Tavares Vieira - FPH
Individual CII - Suzane Ginsberg - FPH
Individual D - Valentina Fernandes Korte - FPH
Individual E - Pietra Ferreira Leite Marco Antônio - FPH

Dupla E - Ilaria Russo e Giulia Russo - FPH

Equipe E - CHSA

Maria Eugenia Babbini
Helena Lucila Santos
Carolina Galani
Maria Leonor Saramago
Maria Beatriz Saramago
Catarina Piza
Isabela Cardoso

Equipe D - SHP

Luiza Fontes Pedra
Olivia Tavares Vieira
Victória Brandão da Fonseca
Valentina Fernandes Korte
Amilie le Bourdais
Maria Constança Abreu Lourenço
Fernanda Dibi
Dafna Genzberg

Prêmio Hipismo Brasil
Dia 27 de maio 2015 às 20h00
WTC Events Center no espaço Vivaldi
Av. das Nações Unidas, 12551 – Brooklin Novo – São Paulo – SP.


Comente | Comentários desta Notícia (0)


Outras Notícias
federações FILIADAS

nossos PARCEIROS


mídias SOCIAIS




nosso ENDEREÇO

Circuito N-NE de Hipismo
Fone.:(81)3343-5970/(81)3343-4837 | hipismo@hipismonortenordeste.com.br

Av. Bernardo Vieira de Melo, 428 - Sala 204
Piedade - Jaboatão dos Guararapes - Recife-PE | CEP: 54.440-620