Inscrições

Olá, estamos reformulando o sistema de inscrições, que logo retornará para melhor atendê-lo, por hora as inscrições devem ser feitas pela própria federação organizadora.
Aniversariantes do mês

01/08
Luciana Mamede - PE
02/08
Pedro Henrique Paiva da Costa - PB
13/08
carlos - PE
19/08

19/08
Marcelo Casado - PE
27/08
- PB
 

Imagem 1
Imagem 2
Imagem 3
Imagem 4


Notícias

Pedro Veniss é segundo colocado na prova a 1.50m do CSIO 5* de Gijon na Espanha
27/08/2015 - CBH

O cavaleiro brasileiro Pedro Veniss, no dorso de Rissoa d’Ag Bois Margot, conquistou na tarde desta quarta, 26/8, o segundo lugar na prova a 1.50m no CSIO 5* de Gijon, na Espanha. O conjunto terminou o percurso em 51s28, sem nenhuma penalidade. O canadense Eric Lamaze, com Fine Lady 5, venceu a prova com o tempo de 48s39 e pista limpa. O terceiro lugar ficou com o conjunto da Arábia Saudita, Abdullah Al-Sharbatly / Callahan, também sem faltas em 51s50. A disputa contou com a participação de 57 conjuntos.

Pedro e Rissoa d’Ag Bois Margo em imagem de reprodução Haras du Bois Margot

No sábado acontece a Copa das Nações, que será qualificativa para as Olimpíadas de 2016. O CSIO 5* de Gijon começou nesta quarta-feira e acontece até segunda (31/08) com alguns dos principais cavaleiros do mundo. Em jogo estão 454 mil euros em prêmios, sendo 153 mil para o GP, principal prova do concurso, a 1.60m, que acontece no dia 31.

Pedro Veniss é um dos cinco cavaleiros contemplados pelo projeto Brasil Medalhas, numa parceria entre a CBH, COB e Ministério do Esporte.

Resultado do CSIO 5* de Gijon - 1.50m
1º Eric Lamaze / Fine Lady 5 (CAN) - 0 - 48s39
2º Pedro Veniss / Rissoa d’Ag Bois Margot (BRA) - 0 - 51s28
3º Abdullah Al-Sharbatly / Callahan (KSA) - 0 - 51s50


Comente | Comentários desta Notícia (0)


Fatiana Ferreira conquista o tri e um carro 0 km na Final Nacional Gold Race Três Tambores em Barretos
25/08/2015 - CBH

Uma temporada emocionante merecia uma final à altura! Mais uma jornada concluída com louvor e a certeza de que estão no caminho certo. A Associação Nacional de Três Tambores – ANTT encerrou seu 12° Campeonato Nacional na ‘meca’ do rodeio na América Latina, a Festa do Peão de Barretos, que comemora sua 60ª edição. De 20 a 23 de agosto, as finalistas disputaram aproximadamente R$ 100 mil em prêmios e os tão cobiçados títulos nacionais em suas categorias.

“Não é fácil e muito menos tranquilo, gerenciar um campeonato como o da ANTT. Depois de muitos anos, o desafio é se superar a cada temporada, a cada etapa. Inovar é preciso e a batalha diária da diretoria é para que cada passo seja dado de forma consciente e pensando sempre no melhor para a ANTT e para as competidoras”, comenta Flavia Cajé, presidente pelo segundo mandato consecutivo. "Chegando ao fim de mais uma temporada, só temos a agradecer as conquistas alcançadas, mais uma vez”, complementa a dirigente.

Destaque para inédita premiação de um carro ‘zero’ km para campeã Nacional Feminina Gold Race 2015. “Nós já fizemos muitas ações ao longo desses 12 anos, melhorando a premiação, fazendo parcerias, entre outras, mas dar um carro como prêmio era um sonho. E realizamos”, reforça Cajé.

De mais de 200 competidoras que participaram estiveram em Barretos em busca do título: dez pela Feminina, divididas entre final Gold Race e final Silver Race, e cinco pela Mirim. Mas foi Fatiana Ferreira, de Guaíra (SP) que conquistou o prêmio máximo. Além do carro zerinho, ela agora é tricampeã Nacional ANTT! Montando o animal da raça Quarto de Milha Exclusive Moon, ela somou 1170 pontos.
“Estou muito feliz, foi muito emocionante. Comecei o campeonato em quinto lugar e fui conquistando posições devagar. Meu objetivo era chegar à final em primeiro no ranking para ficar mais perto do título e consegui. No primeiro dia não fui bem, mas recuperei no segundo, fiz o menor tempo, e para esta última passada, entrei confiante. Deu tudo certo!”, disse Fatiana, que já tinha conquistado esse título em 2009 e 2014.

Na Silver Race, a diferença de pontos entre a primeira e a décima classificada era pequena. Tudo podia acontecer. A cada passada, o título mudava de mãos e a expectativa de quem seria campeã durou até o último momento. Daiane Sudário, de São José do Rio Preto (SP), já tinha dois títulos pela ANTT, 2007 e 2010, e buscou mais um. Com 570 pontos encerrou o campeonato com o título. Ela montou Brigalena Top Cody.

“Estou muito feliz e só tenho a agradecer a Deus, minha família e todos que torceram por mim. Não foi fácil. Não consegui ir bem durante o campeonato para entrar entre as dez melhores do ranking. Mas Graças a Deus, classifiquei para a Silver, e durante a final fui bem, fiz os melhores tempos na quinta e na sexta e deu certo de conquistar mais esse título.”

As meninas de até 12 anos deram um show durante todo o campeonato, entrando em pista com atitude de quem já tem experiência. Na final, as cinco classificadas, além de charme, mostraram para o público que fazem tempo de gente grande e que o futuro delas é brilhante. E o resultado final repetiu o do ano passado. A pequena goiana de 11 anos, Tarcila Ferguson levou o bicampeonato ANTT Mirim. Montando Chinook Sky Dance, ela somou 810 pontos. Tarcila também participou da final Silver, terminando em quinto lugar.

“É o sonho de toda menina ser campeã aqui em Barretos e levar esse titulo da ANTT pelo segundo ano, foi muito bom e a única coisa que eu quero é a agradecer a Deus, porque estar aqui é um sonho.” Os dois melhores animais da raça Quarto de Milha ganharam uma vaga para representar a ANTT na Copa dos Campeões ABQM em outubro. E ainda brindes Tassa, Eldorado Chapéus e UCB Vet para as cinco primeira de cada categoria.

Foram sete etapas e mais quatro etapas Bônus. A ANTT passou por Ibirarema, Colorado, Ribeirão Preto, Jaguariúna, Mineiros, São João da Boa Vista, Indaiatuba, e ainda Tietê e Maringá. E a temporada 2016 já tem data pra começar: Ibirarema, SP, de 10 a 13 de setembro.

Balanço da Presidente

“Não foi fácil esses quatro anos como presidente. Precisei, em vários momentos, parar e rezar, respirar para ter forças para continuar. Aprendi muitas coisas à frente da ANTT e quando achei que já teria passado por tudo, esse ano a ANTT me trouxe mais surpresas e obstáculos. Graças a Deus e a toda diretoria da ANTT, minha família e algumas pessoas amigas, conseguimos superar todos eles. Acredito que esse foi um ano de muito trabalho e provações, mais quando temos fé em Deus e no nosso trabalho conseguimos superar tudo.
A ANTT esse ano consolidou ainda mais sua parceria com a ABQM. Conseguimos uma grande vitória para a associação e competidoras fazendo parceria com a NBHA, classificando pela ANTT duas competidoras para mundiais, um passo muito importante para nossa associação. Também mantemos patrocinadores muito importantes, como Tassa, UCB Vet, Eldorado Chapéus, parceiros como Sumetal, Fogos Xadai.

Precisamos ser gratos por todos que nos ajudam ao longo desses anos, mais gostaria de agradecer duas pessoas em especial, que me ajudam muito em todos os momentos, que são a Alessandra e o Miguel Alves, pessoas que estão do meu lado em momentos de dificuldade!

A ANTT provou, mais uma vez, que quando se trabalha com amor e honestidade, o resultado não pode ser outro, senão o sucesso! Obrigada Miriani Nunes, Graziella Agnes, Caroline Rugolo, Rafaela Slaviero, Fatiana Ferreira, Silvana Bertato, Priscila Palermo, Luciana Omena... E um muito obrigada a todas competidoras por acreditarem no nosso trabalho e também um parabéns a todas as finalistas, que deram um show na nossa final!”

Final Campeonato Nacional ANTT 2015:

Gold Race
1ª - Fatiana Ferreira – Guaíra/SP – 1170 pts
2ª – Keila Mendonça – Pindamonhangaba/SP – 880 pts
3ª - Fernanda Jurca – Bebedouro/SP – 785 pts
4ª - Daniela Andreotti - São Paulo/SP – 635 pts
5ª - Leticia Mamede - Mogi Guaçu/SP – 610 pts
6ª - Rafaela Slaviero – Curitiba/PR – 600 pts
7ª - Tania Saldanha – Assis/SP – 575 pts
8ª - Caroline Rugolo – Tietê/SP – 495 pts
9ª - Fernanda Ventura - Barra do Piraí/RJ – 470 pts
10ª - Marcia Dias – Brasilia/DF – 420 pts

Silver Race
1ª - Daiane Sudário - São José do Rio Preto/SP – 570 pts
2ª – Viviane Gratão – Catalão/GO – 551 pts
3ª - Thais Munique – Votuporanga/SP – 520 pts
4ª -Leticia Valle - Presidente Prudente/SP – 480 pts
5ª - Tarcila Ferguson - Rio Verde/GO – 385 pts
6ª - Ana Julia Lima - São José do Rio Preto/SP – 370 pts
7ª - Julia Yu – Jaguariúna/SP – 360 pts
8ª - Julianne Cremonezi - São José do Rio Preto/SP – 330 pts
9ª - Amanda Salvatierra – Guapiaçu/SP – 330 pts
10ª - Graziela Mendonça - São José do Rio Preto/SP – 290 pts
Mirim
1ª - Tarcila Ferguson - Rio Verde/GO – 810 pts
2ª - Maria Eduarda Krieck – Paraty/RJ – 560 pts
3ª - Maria Eduarda Silva - São José do Rio Preto/SP – 490 pts
4ª - Eduarda Peres – Potirendaba/SP – 430 pts
5ª - Paula Morandin – Tambaú/SP – 400 pts
Treinador Campeão - José Carlos Mendes


Comente | Comentários desta Notícia (0)


Bianca Matarazzo, Luciana Lóssio, Camila Macedo e Letícia Lima triunfam no Brasileiro de Amadores
21/08/2015 - Cbh

No domingo, 16/8, quarto dia de grandes Saltos no Planalto Central, foram definidos os títulos individuais das quatro séries de 1 a 1.30 metro do Campeonato Brasileiro de Amadores, cavaleiros e amazonas não profissionais acima de 21 anos. A disputa na charmosa e sempre hospitaleira Sociedade Hípica de Brasília contou com 164 conjuntos de Brasília (DF), Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Bahia.

Em todas as decisões houve desempate na corrida pelo ouro e exceto na categoria Amador A, a medalha de bronze também teve desempate nos traçados elaborados por Carlos Alberto Raposo Lopes, o Beto. Curiosamente, as quatro medalhas de ouro ficaram com as amazonas, mostrando a força feminina nesse que é o único esporte olímpico em que homens e mulheres competem em condições de igualdade. Veja a seguir como ficou o placar.

Na categoria Amador Top, 1.30 metro, sagrou-se campeã a sempre competititva amazona de São Paulo Bianca Matarazzo Affonso Ferreira montando Vai G após desempate com o top brasiliense Flávio Grillo Araújo com PHBR Hulk G, ambos com uma falta após a terceira prova, e sem faltas no desempate em 35s050 e 36s530. A medalha de bronze foi novamente para Brasilia com Marco Antônio Modesto Filho com PHBR Simon Templer VDL, que levou a melhor no desempate ao lado de outros dois conjuntos com 8 pontos perdidos ao longo do campeonato.

Final Amador Top

Campeã Bianca Matarazzo Affonso Ferreira / Vai G - FPH - 4 pp - 0/35s050
Vice Flávio Grillo Araújo/ PHBR Hulk G - FHBr - 4 pp - 0/36s530
3° Marco Antônio Modesto Filho / PHBR Simon Templer VDL - FHBr - 8 pp - 0/33s580
4° Sergino Ribeiro de Mendonça Neto / Cartujano JMen - FPH - 8 pp - 0/34s510
5° Manuela Cunha / Fape Code - FHBA - 8 pp - 0/36s320
6° Bianca Matarazzo / Qocrette du Banney - FPH - 12 pp

Na categoria Amador, a 1.20 metro, a vitória ficou em casa com Luciana Lóssio montando Nikita que fechou o campeonato com uma falta e zerou o desempate em 36s140.

Sagrou-se vice-campeã Janice Merzvinskas com Cora de Laubry, também com uma falta após a 3ª prova e um derrube no desempate, 28s870. A medalha de bronze coube a Caio Scantamburlo montando Billy Birr, por São Paulo, após desempate com outros quatro conjuntos que computaram 8 pontos nas três provas.

Final Amador

Campeã Luciana Lóssio / Nikita - FHBr - 4 pp - 0/36s140
Vice Janice Merzvinskas / Cora de Laubry - FPH - 4 pp - 4/28s870
3° Caio Scantamburlo / Billy Birr - FPH - 8 pp - 0/30s140
4° Carlos Avelar / Chello CHZS - FEP - 8 pp - 0/30s140
5° Julia Parente /Utah - 8 pp 0/31s170
6º Gabriella Miguel / Simba des Flayelles - FPH - 8 pp 0/32s670

Na categoria Amador A, a 1.10 metro, a decisão foi acirrada com três conjuntos zerados após a 3ª prova. Sagrou-se campeã a amazona paulista Camila Machado Macedo dos Santos montando Charin, sem faltas, 35s530.

O vice-campeonato ficou com o brasiliense Luiz Felipe Pereira da Cunha apresentando Cleopatra, pista limpa, 36s200. Em 3º lugar chegou Sérgio Murollo montando Rahmannshofs Carterburry, por São Paulo, que acabou cometendo dois derrubes, em 39s180.

Final Amador A

Campeã Camila Machado Macedo dos Santos / Charing - FPH - 0 pp - 0/35s530
Vice Luiz Felipe Pereira da Cunha / Cleopatra - FHBr - 0 pp - 0/36s200
3° Sérgio Murollo / Rahmannshofs Carterburry - FPH - 0 pp - 8/39s180
4° Gustavo Gomes Rabelo / Fantasia Trapiche - FEP - 4 pp
5° Marcelo Mello Cordeiro / Deux M SL Sabelle - FHBr - 4pp
6° Luiz Felipe Pereira da Cunha / Contero - FHBr - 4 pp


Finalmente na categoria Amador B, mais uma vitória para os donos da casa: Letícia Lima com Proseg Seguros Espetacular que fechou o campeonato e o desempate sem faltas em 27s600.

Também zerado após a 3ª prova, o vice-campeonato ficou com Leonardo Henrique Rosa montando Top Team Balthazar que registrou 28s630 no desempate e um derrube. A disputa pelo bronze foi concorrida com participação de seis conjuntos e quem levou a melhor foi a paranaense Isabelle Sehn apresentando HFB Calistro, pista limpa, 28s330.

Final Amador B

Campeã Letícia Lima / Proseg Seguros Espetacular - FHBr - 0 pp - 0/27s600
Vice Leonardo Henrique Rosa / Top Team Balthazar - FHMG - 0 pp - 4/28s630
3º Isabelle Sehn / HFB Calistro - FPrH - 4 pp - 0/28s190
4º Carolina Costa Pereira/ Cavalos de Salto Leona - FPH - 4 pp - 0/28s330
5º Letícia Lima / Proseg Seguros Calidade Z - FHBr - 4 pp - 0/29s020
6º Marcela Czarneski Correia / PHBR Corlando - FHBr - 4 pp - 4/27s570


Comente | Comentários desta Notícia (0)


Márcio Jorge vence evento teste Aquece Rio de CCE e fatura o tetracampeonato brasileiro
12/08/2015 - CBH

Foi de Márcio Carvalho Jorge montando Coronel MCJ a vitória e o tetra no Campeonato Brasileiro de Concurso Completo de Equitação (CCE) nesse domingo, 8/8, no Centro Hípico de Dedodoro, na Zona Oeste do Rio, durante o Aquece Rio, evento teste do hipismo rumo aos Jogos Olímpicos Rio 2016. O CCE é considerado o triatlo entre as modalidades olímpicas com provas de Adestramento, Cross Country e Salto. Deodoro também vai receber as disputas do Salto e Adestramento.

Para Marcio Jorge, cavaleiro de Barretos no interior paulista, medalha de bronze no Pan de Guadalajara 2011 e prata em Toronto 2015 , a conquista nesse domingo significou o tetracampeonato brasileiro consecutivo. Marcio e CoroneL MCJ garantiram o 2º posto na prova de Adestramento, o 1º no Cross Country e ficaram novamente empatados em 1º lugar com pista limpa no Salto fechando a competição com apenas 44,50 pontos perdidos.

Com grande atuação o 2º posto ficou com o paulista Márcio Appel montando Cross Rock, 63,30 pontos perdidos, com o 5º posto no Adestramento, o 3º no Cross e um derrube no Salto. Também por São Paulo Marcelo Tosi com Glenfly completou o placar na 3ª colocação, 67,20 pontos perdidos.

A disputa em Deodoro foi o único evento teste do hipismo na reta final de preparação da primeira edição de uma Olimpíada na América do Sul. Após a cerimônia de premiação Marcio Jorge falou sobre sua determinação em integrar o Time Brasil de CCE nos Jogos Olímpicos Rio 2016. “Será uma disputa difícil garantir uma vaga na equipe, mas estamos em uma posição boa, uma vez que agora temos um grupo maior de cavaleiros em bom nível", ponderou o campeão, que a exemplo da base da equipe brasileira é treinado pelo bicampeão olímpico neozelandês Mark Todd.

"Foi muito bom. Toda estrutura do evento está muito boa. A organização fez um ótimo trabalho. Foi ótimo, estou feliz. A torcida estando perto sempre ajuda", acrescentou Marcio. "O legado dos Jogos Rio 2016 será espetacular, não somente para o hipismo, mas todos os outros esportes. Será um grande incentivo para formar uma nova geração de esportistas. Creio que as Olimpíadas vão nos colocar entre os países com as melhores condições para prática do esporte ."

Marcio Appel, medalhista de prata, acredita nas chances de pódio olímpico no ano que vem. “Acho que temos uma chance real de uma medalha olímpica. Desde os últimos Jogos temos treinado pesado e houve muito investimento na equipe. Ter os Jogos Olímpicos aqui no Brasil signfica estar muito mais feliz para acordar cedo e trabalhar duro."

O Centro Olímpico de Hipismo vem sendo mantido em um vazio sanitário afastando qualquer risco de contágio pelo mormo, doença que acomete cavalos e pode contagiosa para humanos. O britânico Tim Hadaway, diretor da Federação Equestre Internacional (FEI), está acompanhando o Aquece Rio. "A organização da Rio-2016 deu passos largos. Nós da FEI, a Confederação Brasileira de Hipismo (CBH), a Rio-2016 vamos trabalhar em conjunto. Eu virei aqui várias vezes até agosto do ano que vem. Aqui será minha segunda casa", garantiu o dirigente.

O evento teste do hipismo não recebeu atletas estrangeiros. Além do Brasil, Austrália, Canadá, Alemanha, Grã Bretanha, Irlanda, Holanda e EUA já estão habilitados para os Jogos Olímpicos na modalidade CCE. As vagas restantes dos países serão decididas em qualificações continentais e a individual se dará pelo ranking mundial. Todos os atletas nos Jogos precisam de índices mínimos de qualificação.


Resultado final - 18 conjuntos

1º Coronel MCJ / Marcio Jorge, BRA, 44.5 pontos perdidos
2º Cross Rock / Marcio Appel, BRA, 63.3 pontos perdidos
3º Glenfly / Marcelo Tosi, BRA, 67.2 pontos perdidos
4º Iberon Jmen / Marcio Appel, BRA, 68.4 pontos perdidos
5º Tiger Lu / Nilson da Silva, BRA, 72.1 pontos perdidos
6º Estiva TW / Serguei Fofanoff, BRA, 72.1 pontos perdidos


Comente | Comentários desta Notícia (0)


Bruno Pessanha vence Clássico no Ranking Indoor AB Concessões em Santo Amaro e Zé Roberto segue líder
04/08/2015 - Cbh

Cerca de 10 mil visitantes circularam nos quatro dias de competição durante a 4ª Etapa do Ranking Indoor 2015 no Clube Hípico de Santo Amaro (SP), que no ano em que completa 80 anos de história pela primeira vez recebeu um Nacional de Salto em seu picadeiro fechado. O cavaleiro mineiro em atividade em Ribeirão Preto Bruno Chaves Pessanha com Transwall Alouette van Lambroeck foi o campeão do Clássico, 1.40 metro, principal disputa do evento na tarde desse domingo, 2/8.

Dos 50 participantes, os 13 melhores, dentre os quais seis sem faltas, habilitaram-se para a 2ª e decisiva volta com armação de Vailton Jaci Cordeiro, o Baíca. Último a largar Bruno montando Transwall Alouette van Lambroeck foi para o tudo ou nada e com muita categoria garantiu a vitória com mais um percurso limpo no excelente tempo de 43s36.

"Essa foi a minha participação no ranking indoor e primeira vitória em um Clássico", contou o campeão Bruno, 31, que representa do Haras Transwall e também monta no Haras Manoel Leão na região de Ribeirão Preto. Transwall Alouette van Lambroeck, uma filha de Baloubet du Rouet de 15 anos, chegou ao Brasil há um ano e está entre as matrizes do Haras Transwall. "No desempate contei com a experiência da égua, então não foi tão difícil", ponderou Bruno, que costuma contar com dicas do amigos Fabio Sarti, Rafael Ribeiro e Thiago Rhavy. "Dedico essa conquista a toda a equipe do Haras Transwawll e, é claro, a minha esposa Fernanda que sempre me apoia."

A 2ª colocação ficou com o top paulista Pedro Junqueira Muylaert, o Pepê, apresentando Eurocommerce Colorado, 3º colocado na primeira parcial a 1.40 metro na sexta-feira, pista limpa, 45s88. Enquanto a 3ª colocação coube ao atual campeão brasileiro senior top Francisco Musa montando Casadora JMen, duplo zero, 47s69.

"Gostei muito do primeiro indoor em Santo Amaro. Acho que capricharam na estrutura, a pista estava em um tamanho legal, o piso novo muito bom e os percursos bem armados", elogiou Pepê, que está cada vez mais afiado com Eurocommerce Colorado, de 10 anos, de propriedade de Rubens Parreira. "O Colorado chegou há um ano no Brasil e tem muita qualidade. Agora estamos formando cada vez mais conjunto e se Deus quiser vamos seguir assim", finalizou o experiente cavaleiro.

Para William Almeida, presidente do CHSA, a missão foi cumprida. "Nosso primeiro evento indoor superou todas as expectativas. Estamos muito satisfeitos. Agora nosso foco são as atividades em comemoração ao 80º Aniversário do Clube que recebe um Internacional e Nacional de Saltos entre 2 e 7/9 e na semana seguinte já temos o Campeonato Brasileiro de Amazonas. Estão todos convidados. Vamos realizar uma festa memorável."

Ao todo, o Circuito Indoor AB Concessões 2015 conta com seis etapas. A 5ª Etapa acontece entre 20 e 22/11 no Centro Hípico de Excelencia SerraAzul e a grande final agita a Sociedade Hípica Paulista, entre 27 e 29/11.

Na classificação geral, o cavaleiro olímpico paulista José Roberto Reynoso Fernandez Filho, vencedor da primeira prova a 1.40 metro, manteve a liderança após a 4ª das seis etapas com 133,5 pontos. Daniel Khoury também segue na vice-liderança, 121 pontos, e o carioca Marcelo Ciavaglia agora ocupa o 3º posto, 98,5 pontos.

Cada Clássico tem premiação mínima de R$ 50 mil e altura entre 1.40m e 1.55m. Os competidores têm direito a um descarte, sendo que a primeira e a última etapa não podem ser descartas. A contagem de pontos do circuito é pela Tabela da Copa do Mundo com um coeficiente de 1,5 para os Clássicos. A premiação final do Circuito Indoor AB Concessões 2015 será de R$120 mil, sendo R$60 mil para o grande campeão.

Clássico, 1.40 metro, 2/8

1º Bruno Chaves Pessanha / Transwall Alouette van Lambroeck - FPH - 0/0/43s36
2º Pedro Junqueira Muylaert / Eurocommerce Colorado - FPH - 0/0/45s88
3º Francisco Musa / Casadora JMen - FPH - 0/0/47s69
4º Felipe Braga / Pharonne Une Prince - FPH - 0/4/45s76
5º Matheus Ferreira Gomes Correa / Anneline - FPH - 0/4/47s19
6º Fabio Sarti / Evian van´t Heike - FPH - 4/4/43s74


Comente | Comentários desta Notícia (0)


Outras Notícias
federações FILIADAS

nossos PARCEIROS


mídias SOCIAIS




nosso ENDEREÇO

Circuito N-NE de Hipismo
Fone.:(81)3343-5970/(81)3343-4837 | hipismo@hipismonortenordeste.com.br

Av. Bernardo Vieira de Melo, 428 - Sala 204
Piedade - Jaboatão dos Guararapes - Recife-PE | CEP: 54.440-620